Modelos de avaliação de risco

Identifique perigos e priorize controles de segurança com formas digitais

O que é um modelo de avaliação de risco?

Um modelo de avaliação de risco é uma ferramenta usada para identificar e controlar riscos no local de trabalho. Envolve um exame sistemático de um local de trabalho para identificar perigos, avaliar a gravidade e a probabilidade de lesões e implementar medidas de controle para reduzir os riscos.

Uma matriz de risco é usada para avaliar a consequência, a probabilidade e a classificação geral de risco de um perigo à segurança. A primeira medida da matriz de risco, consequências, determina a gravidade dos ferimentos, enquanto a probabilidade determina a chance de uma pessoa se ferir no caso de exposição ao perigo. As consequências são categorizadas como fatalidade, lesão maior ou grave, lesão leve e lesão insignificante. Para probabilidade, os indicadores são muito prováveis, prováveis, improváveis e altamente improváveis. Tenha em mente que a probabilidade não mede a possibilidade de riscos, mas os ferimentos que eles podem infligir em uma pessoa.

Quem utiliza Formulários de Avaliação de Risco?

Os empregadores podem ter oficiais de segurança dentro da empresa que tenham o conhecimento e as credenciais corretas para executaravaliações de riscoem um cronograma definido ou quando for necessário. Eles também podem optar por contratar um consultor de risco terceirizado para realizar a avaliação, se nenhum oficial de segurança interno estiver disponível. Em última análise, é responsabilidade do empregador garantir que avaliações de risco detalhadas de seus equipamentos, locais de trabalho e ferramentas tenham sido feitas por profissionais competentes antes do início ou da retomada das operações. Saiba mais sobre como fazer uma avaliação de risco lendo o nossoguia.

A Importância de Realizar Avaliações de Risco

A identificação de perigos utilizando ferramentas de avaliação de risco garante um ambiente de trabalho saudável e seguro. A realização de avaliações de risco evita e reduz adequadamente os acidentes de trabalho e, em casos graves, a probabilidade de morte. Ela avalia os riscos em todo o local de trabalho, ao contrário de umaanálise de segurança no trabalho que é específica do trabalho e de escopo limitado. 

No Reino Unido, o Health and Safety Executive (HSE) exige que as empresas conduzam e criem um relatório de avaliação de risco por escrito. As informações que precisam ser incluídas no relatório são pessoas que podem ser prejudicadas devido ao perigo, protocolos definidos por uma empresa para proteger e controlar os riscos, ações adicionais para manter os perigos afastados, pessoa responsável pela implementação de avaliações de risco e cronograma de avaliações de risco. As empresas são obrigadas por lei a criar relatórios de avaliação de risco da maneira mais específica possível. As diretrizes definidas pelo HSE podem mudar a qualquer momento, por isso é vital manter-se atualizado para evitar problemas ou perigos negligenciados.

3 principais motivos pelos quais você deve realizar avaliações internas de risco operacional

As avaliações de risco operacional podem ser terceirizadas para profissionais de risco ou feitas internamente. Embora a terceirização possa economizar tempo e esforço de sua equipe, a realização de avaliações internas de risco operacional pode fortalecer a cultura de sua empresa de várias maneiras:

Permitindo que os trabalhadores sejam proativos em vez de reativos

Quando a melhoria da segurança geral no local de trabalho recai sobre os ombros de seus funcionários em vez de um contratado, os funcionários são motivados a ser mais vigilantes e cuidadosos. Uma abordagem proativa à segurança paga dividendos a longo prazo, uma vez que a maioria das lesões no local de trabalho são realmente evitáveis somente se eles conhecerem os possíveis riscos e como lidar com a situação.

Reforçar a responsabilidade e a prestação de contas dentro da empresa

Quando os funcionários são obrigados a zelar pela segurança uns dos outros através de avaliações internas de risco operacional, o hábito e a cultura de responsabilidade e prestação de contas são reforçados. Isso pode se espalhar para outros aspectos das operações, afetando a produtividade e a transparência entre os funcionários.

Promover a transparência e colaboração contra riscos operacionais e muito mais

Para identificar, avaliar e controlar os riscos operacionais, as equipes precisam ser abertas, honestas e transparentes com suas atividades e processos. Somente obtendo uma imagem precisa de suas operações diárias, medidas de controle de risco eficazes e viáveis podem ser implementadas.

 

Criando um Relatório de Avaliação de Risco

Criar um relatório de avaliação de risco pode ser uma tarefa assustadora, considerando que a integridade física pode depender de suas implicações. Sabendo por onde começar, você pode tornar o processo de criação de relatórios de avaliação de risco mais fácil. Uma das coisas mais importantes a se ter em mente é o formato do seu relatório. O formato servirá como o esboço da avaliação de risco.

Qual é o formato correto de um formulário de avaliação de risco?

Não existe um único formato de avaliação de risco que se encaixe em todos os casos de uso. Os formulários de avaliação de risco podem variar amplamente, dependendo de fatores como a natureza das operações, seu tamanho e, em alguns casos, especificações definidas por órgãos oficiais do governo. Independentemente do seu formato de avaliação de risco, as seguintes informações devem estar sempre presentes:

  • Quem está em risco
    É importante especificar o grupo demográfico que está em risco de um perigo identificado. São os funcionários da fábrica? Os funcionários da linha de montagem? Os engenheiros? Saber qual parte está em risco é um bom ponto de partida para chegar a uma iniciativa de redução de risco de modo eficaz.
  • Medidas de controle atuais
    Descubra e inclua o que a empresa está fazendo atualmente para reduzir o risco de lesões para populações identificadas.
  • Melhoria/Mudanças obrigatórias nas medidas de controle
    Após examinar as medidas de controle atuais, pense em como elas podem ser aprimoradas ou substituídas para reduzir ainda mais o risco de lesões para populações identificadas.
  • Atribuições e prazos
    Finalmente, uma vez que as decisões tenham sido tomadas para melhorar e/ou substituir as medidas de controle, inclua os nomes das pessoas que serão responsáveis pelas atualizações junto com prazos especificados. Esta prática simples ajuda a aprimorar a responsabilidade e diligência.

Escrevendo a Página de Rosto

A página de rosto deve incluir os detalhes preliminares de um relatório de avaliação de risco. Os detalhes essenciais a serem incluídos são descritos abaixo:

  • Quem escreveu?
    Isso pode se referir ao nome de um avaliador de risco individual ou da empresa/equipe que trabalha no relatório de avaliação de risco. Incluir essas informações ajuda a manter a transparência.
  • Para quem é?
    Isso ajuda a garantir que o revisor do relatório esteja lendo o arquivo correto. Indicar para quem se destina a avaliação de risco ajuda a avaliar a validade de seu conteúdo.
  • Feito em
    A data em que a avaliação de risco e o relatório foram concluídos. Deve ser indicado se a real avaliação e o elaboração do relatório foram feitos em datas distintas.
  • Data de revisão
    Isso indica uma data específica definida para a revisão dos protocolos de avaliação de risco. Os prazos podem variar, com alguns optando por revisar seus protocolos de avaliação de risco a cada seis meses e outros fazendo isso anualmente. Como regra geral, uma revisão de avaliação de risco deve ser feita sempre que mudanças significativas forem feitas nas operações, como a introdução de um novo processo ou a aquisição de novas máquinas e equipamentos.

Escrevendo a Parte Principal

Os dois tipos de riscos são físicos e riscos de substâncias. Escorregões, tropeções, quedas, ficar preso entre as máquinas e ferimentos devido à queda de objetos estão sujeitos a risco físico. Lesões causadas por materiais tóxicos, inflamáveis e cáusticos estão cobertas pelos riscos de substâncias. Você pode optar por listar esses riscos separadamente ou na ordem em que foram identificados.

 

Exemplos de Avaliação de Risco

Existem várias maneiras de registrar relatórios de avaliação de risco. Avaliações de risco manuais, como formulários em papel, são comuns, mas podem levar muito tempo. Esta opção está sujeita a entrada de dados errônea e perda de relatórios. Modelos e formulários digitais são exemplos de manutenção de registros eficiente. Existem aplicativos que podem sincronizar e salvar todos os relatórios de avaliação de risco automaticamente, o que elimina a necessidade de imprimir e o medo da perda de dados. Aplicativos como o SafetyCulture (antes iAuditor) oferecem modelos e formulários gratuitos. Aqui estão três exemplos de avaliação de risco:

Modelo de Avaliação de Risco Empresarialamostra de um relatório de avaliação de risco do local de trabalho. Cobre todos os requisitos definidos pelo HSE e muito mais. A vantagem de usar este formulário é que ele garante que todos os detalhes sejam abordados e a manutenção de registros seja menos trabalhosa.

Avaliação de Risco HSEeste é um exemplo de relatório de avaliação de risco semelhante ao anterior, mas contém algumas seções para a matriz de risco que avalia as consequências e a probabilidade de lesões devido aos riscos.

Formulário de Avaliação de Risco COSHH –  este é um exemplo de relatório de avaliação de risco específico para COSHH. Utilize este formulário se substâncias perigosas estiverem presentes no local de trabalho e nas instalações.Usar um modelo digital como este mantém a área de trabalho limpa e livre de contaminação. Não há necessidade de armazenamento adicional para formulários em papel, pois um tablet é tudo de que você precisa para realizar essa avaliação de risco junto com o SafetyCulture (iAuditor).

Equipe de conteúdo SafetyCulture Team
Artigo por
Equipe de conteúdo SafetyCulture Team
Escritor Da Equipe SafetyCulture

A equipe de conteúdo da SafetyCulture se dedica a fornecer informações de alta qualidade e fáceis de entender para auxiliar os leitores a entenderem assuntos complexos e a aprimorarem a segurança e a qualidade no local de trabalho. Nossa equipe de redatores possui experiência na produção de vários artigos em diferentes áreas, como segurança, qualidade, saúde e conformidade.

Explore mais modelos

Avaliação de risco ambiental
Use este modelo para avaliar os fatores ambientais que podem colocar os funcionários em perigo e risco de ferimentos. Identifique os riscos entre categorias de ruído, emissões, odor e fatores estruturais do solo. Registre os riscos, avalie sua classificação com base na matriz de risco e detalhamento das medidas de controle sugeridas a serem implementadas. Use o SafetyCulture (iAuditor) no local com seu dispositivo móvel para avaliar os riscos ambientais.
Modelo dinâmico de avaliação de risco
Use este modelo genérico e dinâmico de avaliação de risco para capturar um número variável de riscos observados. Observe as tarefas, identifique os riscos, as pessoas em risco e selecione uma classificação com base na matriz de riscos. Selecione medidas de controle e ações recomendadas para minimizar o risco.
Modelo de matriz de avaliação de risco
Este modelo de lista de verificação da matriz de risco pode ser usado para avaliar um número variável de riscos em sua empresa. Use o gráfico da matriz de riscos para identificar a gravidade, probabilidade e classificação de risco antes e depois da implementação das medidas de controle. Use o diagrama de hierarquia de controles para selecionar uma das categorias de controle relevantes dentre 1) Eliminação, 2) Substituição, 3) Controles de engenharia, 4) Controles administrativos ou 5) EPI.
Modelo de avaliação de risco em construção
Use esta lista de verificação de avaliação de riscos em construções para identificar riscos comuns em construções, avaliar a gravidade e classificação dos riscos e propor medidas de controle. Os riscos comuns incluídos neste modelo incluem trabalho em altura, espaços confinados, eletricidade, amianto, manuseio, ruído, trabalho solitário e mais. Tire fotos dos riscos e crie ações corretivas para mitigar os riscos imediatamente. Você pode modificar este modelo para adequá-lo às atividades do seu canteiro de obras.
Modelo de avaliação de risco em escritórios
Este modelo de avaliação de riscos no escritório pode ser usado para identificar atividades gerais que envolvem riscos no ambiente do escritório e ajudar a formular um plano de implementação. Use a matriz de risco fornecida para identificar a classificação de risco do perigo e atividades para ajudá-lo a priorizar as medidas de controle. Tire fotos dos perigos e documente quaisquer riscos que possam ser controlados imediatamente. Este modelo pode ser modificado para adequá-lo ao seu local de trabalho de escritório.
Avaliação de risco na manufatura
Este modelo pode ser usado para realizar avaliações de risco no local de trabalho para instalações de manufatura. Ele abrange riscos como esmagamento, elétrica, manuseio, escorregões, quedas e cortes, permitindo que o inspetor acrescente mais riscos conforme necessário. Selecione apenas os riscos que se aplicam à sua instalação industrial e responda às perguntas de avaliação de risco correspondentes. Use o recurso de agendamento do SafetyCulture (iAuditor) para garantir que sua equipe nunca perca outra avaliação de risco das instalações.
Modelo de análise de risco de trabalho
Uma Análise de Risco no Trabalho (ART) ou Análise de Segurança no Trabalho (AST) é um procedimento eficaz usado para integrar proteções de segurança a uma tarefa ou operação de trabalho específica. O modelo deve ser usado como guia para observar e dividir os trabalhos em tarefas menores, identificar riscos potenciais para cada tarefa e determinar medidas e controles preventivos para superar os riscos. Clique aqui para obter mais recursos e guias de modelos AST.
Modelo de avaliação de risco para trabalho em altura
Use este modelo para trabalhos em altura a fim de identificar riscos potenciais, como queda, escorregamento ou tropeço. Observe todas as tarefas e atividades que estão sendo realizadas, identifique os perigos e avalie todas as medidas de controle, como treinamento, planejamento e uso de EPI. Navegue por nossos outros formulários e guias para trabalhos em altura.
Modelo de avaliação de risco de incêndio
Este modelo geral de avaliação de risco de incêndio tem como objetivo identificar e reduzir o risco de incêndio e pode ser usado para qualquer edifício. É dividido em três seções e, primeiramente, abrange informações detalhadas sobre o prédio e os ocupantes. Ele se concentra na identificação de perigos e medidas de controle. Veja nossos outros modelos de segurança contra incêndio.
Formulário de avaliação de risco COSHH
Este formulário de Controle de Substâncias Perigosas para a Saúde (COSHH – Control of Substances Hazardous to Health) é usado para controlar a exposição a substâncias perigosas, evitando doenças graves e problemas de saúde. Identifique os perigos associados à atividade ou processo de trabalho observado e liste as medidas de controle e o equipamento de proteção individual a serem usados ao manusear essas substâncias. Registre também medidas de primeiros socorros em caso de emergência. Em seguida, registre os meios de descartar resíduos perigosos e recipientes contaminados. Por último, faça um resumo do relatório fornecendo uma classificação de risco depois de seguir as medidas de controle. Use o SafetyCulture (iAuditor) para realizar melhores avaliações de risco e reduzir ou eliminar os perigos à saúde. Veja nossos outros modelos de segurança para materiais perigosos.
Modelo de avaliação de risco em escavações
Esta lista gratuita de verificação de avaliação de risco de escavação pode ser utilizada antes de iniciar o trabalho de escavação ou perfuração. Identifique todas as tarefas que estão sendo realizadas durante o dia, ambiente circundante e equipamentos usados. Verifique se as medidas de controle estão em vigor para barreiras, passarelas, sistemas de alerta, entradas e saídas e controles de atmosfera. Pesquise por mais formulários e recursos de segurança para escavação e perfuração.
Modelo de avaliação de risco em soldagem
Este modelo pode ser utilizado para realizar verificações de avaliação de risco e segurança de soldagem antes de iniciar as atividades de soldagem, corte e brasagem. Passe pelas verificações pré e pós-operação para garantir a conformidade com o treinamento, EPI, equipamentos e controle de segurança do operador. Identifique quaisquer perigos e riscos adicionais como consequência da identificação de alguma lacuna nas medidas de segurança. Crie ações corretivas ao utilizar o aplicativo SafetyCulture (iAuditor) para garantir que as medidas de controle sejam implementadas de forma concomitante. Consulte nossas outras listas gratuitas de verificação de segurança de soldagem.
Avaliação de risco de HSE
Use este modelo para documentar uma avaliação de risco a fim de administrar riscos de saúde e segurança em seu local de trabalho. Identifique riscos potenciais e existentes observados (por exemplo, biológicos, químicos, energia, meio ambiente etc.), avalie o nível de risco (consequência, probabilidade e classificações de risco) e forneça as medidas de controle necessárias. Monitore e revise as medidas de controle planejadas e acrescente instruções se forem necessárias medidas adicionais. Por fim, forneça recomendações gerais para evitar e administrar riscos e perigos.
Avaliação de risco em manuseio manual
Este modelo de avaliação de risco em manuseio manual tem como objetivo identificar riscos ao realizar manuseios ou levantamento de cargas pesadas que podem causar várias lesões osteomusculares em um funcionário. Descreva a tarefa a ser executada, onde está localizada, peso da carga e distância, além das pessoas envolvidas na atividade. Avalie os riscos ao transportar ou levantar cargas e materiais, liste ações corretivas e delegue pessoas autorizadas para a implementação e revisão. Use o SafetyCulture (iAuditor) para registrar riscos fotográficos e anotá-los para destacar os problemas e dificuldades.